Volante Claiton volta a jogar com Leão

O volante Claiton foi apresentado nesta quarta no CT Rei Pelé e conversou com os jornalistas depois do treino. Ele já havia atuado antes sob o comando de Leão, durante a passagem polêmica do treinador santista pelo Internacional de Porto Alegre, em 1999, quando o time estava para ser rebaixado. Logo que assumiu, Leão mandou Dunga - que havia sido o capitão da seleção de 98 - para o banco de reservas, dando oportunidade a Claiton, que tinha 20 anos. "O Leão queria um volante que se movimentasse mais e me colocou no lugar do Dunga", disse Claiton, revelando que depois os dois volantes voltaram a jogar juntos, com Dunga mais à frente, no papel do terceiro volante. "Deu tudo certo e escapamos do rebaixamento", comentou. Quando surgiu a oportunidade de jogar no Santos, novamente sob o comando de Leão, não pensou duas vezes: "O Inter queria me negociar para fora do País, apresentou proposta para que eu ficasse, mas eu queria jogar pelo Santos", comentou. Claiton joga tanto como primeiro como segundo volante. "As funções são parecidas, embora o primeiro seja mais pegador", disse, revelando que vai continuar jogando dentro de suas características de jogador gaúcho. "Chego forte, mas sou leal". Na Vila Belmiro, ele terá que encontrar seu lugar num setor difícil: o Santos tem Paulo Almeida e Renato e contratou semana passada Preto.

Agencia Estado,

07 de janeiro de 2004 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.