Volante do Vasco, Diguinho é acusado de agredir mulher

Uma mulher cujo nome não foi divulgado acusa o jogador Diguinho, do Vasco, de tê-la agredido durante uma discussão ocorrida na última quinta-feira, dentro de uma boate na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio de Janeiro). Ela registrou o caso na 16ª DP (Barra da Tijuca) no domingo.

FÁBIO GRELLET, Estadão Conteúdo

22 de junho de 2015 | 20h33

Segundo o relato da mulher, ela estava no mesmo espaço que o atleta porque têm amigos em comum. Numa ocasião em que ela passou pelo jogador, ele teria pego em seu braço para tentar pará-la. Ela reagiu, ordenou que ele se afastasse e a discussão se prolongou.

À polícia, ela afirmou que Diguinho desferiu chutes e socos contra ela, além de ter puxado seus cabelos. A mulher fez exame de corpo de delito e o caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). O jogador não se pronunciou sobre o caso até a noite desta segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoDiguinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.