Reprodução
Reprodução

Volante Ferdinando contesta dispensa e cobra uma dívida da Portuguesa

Clube mantém divida com o jogador desde 2013

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2016 | 20h15

Com três passagens pela Portuguesa, o volante Ferdinando enfrenta problemas dentro do clube pelo qual jogou mais de 120 jogos e conquistou o título da Série B do Campeonato Brasileiro em 2011. Fora dos planos da diretoria, ele cobra uma dívida e contesta as motivações que resultaram em sua dispensa. É mais um dos muitos problemas que o clube vem enfrentando na esfera trabalhista.

No dia 14 de junho, Ferdinando recebeu um telefonema do então executivo de futebol do clube, Carlos Eiki Baptista, sendo informado de que estava dispensado. Mesmo assim, acionou o seu empresário e seguiu treinando no clube, em separado.

Uma semana depois, passou por uma ressonância, que constatou a necessidade de uma artroscopia no joelho no valor de R$ 20 mil. Segundo Ferdinando, a diretoria está articulando uma manobra para não pagar a cirurgia, alegando que o atleta já não tinha mais vínculo com o clube quando se lesionou.

O jogador se mostrou bastante chateado com a situação. Ele diz que retornou à Portuguesa no ano passado aceitando receber R$ 300 mil em 24 parcelas. O valor é referente à dívida que o clube mantém com ele desde a sua passagem anterior, em 2013.

REABILITAÇÃO - O técnico Jorginho continua trabalhando com o elenco e espera vencer o Tombense, neste segunda-feira, no estádio do Canindé, em São Paulo, pela nona rodada do Grupo B. O objetivo é se reabilitar das derrotas para o Boa, em Varginha (MG), e para o Guaratinguetá, em Limeira (SP).

Vencer virou uma necessidade para se afastar da zona de rebaixamento. O time soma oito pontos e ocupa a oitava posição, contra seis do Macaé e quatro do Guaratinguetá, os dois últimos colocados. O time tem três reforços: o lateral-esquerdo Denner, o meia Daniel Ferreira e o atacante Nunes. Eles tiveram os nomes divulgados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quarta-feira e estão à disposição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.