Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Volante Fillipe Soutto receita tranquilidade para Vasco reagir

Para alcançar quantidade de pontos ideal para fugir do rebaixamento, time precisa ganhar metade dos próximos jogos

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2013 | 19h34

RIO - O Vasco não vence há sete jogos, está em 18º lugar e soma 25 pontos no Brasileirão. Para chegar aos 46 pontos projetados como número mágico para escapar do rebaixamento, a equipe do técnico Dorival Júnior precisaria ganhar sete dos últimos 14 compromissos. Como parâmetro de comparação, venceu seis das 24 partidas disputadas até o momento. "O primeiro a fazer é não olhar para números e estatísticas, porque está cada vez mais provado que no futebol elas não têm valor algum", afirmou o volante Fillipe Soutto. "Precisamos pensar que cada jogo é uma decisão. Não é clichê."

Na quinta-feira, o Vasco receberá o Internacional em Macaé (RJ), como pagamento de punição de perda de mando de campo. Mas terá de se impor no Estádio Cláudio Moacyr para obter a primeira vitória em oito rodadas e tentar iniciar a escapada das últimas posições.

Fillipe Soutto já identificou o principal problema vascaíno. "Estamos afoitos na hora de concluir a gol, pela situação da equipe. Sabemos da situação que vivemos, mas acredito que futebol se resume ao que se apresenta em campo. Não adianta haver conversa se não for traduzida em questões práticas", discursou o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.