Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Volante Jean admite ansiedade para 'final' do Fluminense contra Caracas

Equipe carioca precisa apenas de um empate para avançar às oitavas de final da Libertadores

AE, Agência Estado

17 de abril de 2013 | 19h49

RIO - O Fluminense precisa apenas de um empate nesta quinta-feira, contra o Caracas para chegar às oitavas de final da Libertadores. Mesmo atuando em São Januário e diante de um adversário que nunca venceu no Brasil - foram seis derrotas em sete partidas -, a tranquilidade passa longe da equipe carioca.

Para o volante Jean, por exemplo, o confronto diante dos venezuelanos será a primeira de uma série de "finais" para o Fluminense na temporada. "É de fato uma final. Agora o ano começou. Vamos ter uma sequência de decisões pela frente e a primeira delas é diante do Caracas. A classificação nos dará motivação também para a sequência do Carioca", apontou.

Contra o Fluminense há a pressão e os desfalques de nomes como o artilheiro Fred e os meias Deco e Thiago Neves, todos lesionados. Para piorar, a equipe vem de uma derrota por 3 a 1 no clássico com o Flamengo, mas tem a vantagem de ser líder do Grupo 8 e confirmar a primeira colocação da chave com uma vitória.

O técnico Abel Braga ainda lembrou que os cariocas terão a força da torcida a seu favor. "Acho que por estarmos (em localização mais central) da cidade o público será maior. São Januário é uma boa opção. O apoio é fundamental ainda mais em uma partida complicada e decisiva", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresFluminenseJean

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.