Volante palmeirense diz que estuda todas as posições

Marcelo Oliveira já começou 2014 mostrando a sua face de jogador versátil. Volante que atua também como lateral-esquerdo, ele precisou ser deslocado para a zaga durante o jogo de estreia do Palmeiras no Paulistão, sábado, contra o Linense, e agradou. De acordo com ele, essa versatilidade é explicada por muita dedicação e vontade de aprender.

AE, Agência Estado

21 de janeiro de 2014 | 19h25

"Cheguei aos clubes como volante, aí alguns treinadores pediam para eu fazer a ala, foi dando certo. Tem de estudar muito as outras posições, você tem de estar preparado. Vejo muito o posicionamento dos meus companheiros e aprendo cada vez mais. O foco não é só a minha posição, mas as outras também", comentou Marcelo Oliveira.

Foi graças a esta versatilidade que o jogador teve seu contrato renovado ao fim do ano passado. Disponível para atuar onde Gilson Kleina preferir, ele nega que tenha conversado com o treinador para ser efetivado na zaga.

"Não teve essa conversa de efetivar, tanto que comecei como volante o último jogo. Fico feliz por poder atuar em mais de uma posição e ajudar o Palmeiras", afirmou o jogador. "É bom quando você atua em mais de uma posição. Exemplo disso foi este último jogo, que comecei como volante, teve a lesão do Tiago Alves, e só dei um passo para trás para atuar como zagueiro."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasPaulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.