Volante será a novidade do Palmeiras

O treinador Vanderlei Luxemburgo não confirmou, mas o volante Célio deverá ser escalado como titular na partida contra o Fluminense domingo em Teresina, pelas quartas-de-final da Copa dos Campeões. O jogador participou do treinamento tático desta quarta-feira no campo da Polícia Federal no lugar de Fabiano Eler e foi bem. "Com o Célio o time ganha uma pegada mais forte e uma maior movimentação no meio-campo", avalia o treinador. Célio, que subiu do Palmeiras-B alguns dias antes da disputa do Supercampeonato Paulista, em maio, ressaltou que já teve a sua prova de fogo. "Joguei contra o São Paulo no Superpaulistão e não senti nada. Esse confronto terá a mesma importância, não adianta ficar ansioso antes da hora".Luxemburgo mostrou conhecer o Fluminense, equipe que não levou nenhum gol em três partidas na competição. Enfatizou que o adversário atua com três volantes, joga sempre no erro do adversário e conta com jogadores que trabalham juntos a bastante tempo. No entanto, voltou a criticar a organização da Copa dos Campeões e a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão da competição, de forma mais contundente que em dias anteriores, demonstrando irritação pela marcação da partida para as 16h."Tenho certeza que os homens de terno, que limitam-se a organizar, não vão estar aqui domingo à tarde. Certamente verão a partida em uma sala refrigerada. É impossível jogar bem nesse horário, sem contar que o público tende a ser muito reduzido. Mas o que eu posso fazer se os clubes estão todos quebrados e são obrigados a aceitar imposições"? Dizendo-se calejado para tomar pancadas, e assumindo o papel de vítima, o treinador do Palmeiras disse que os veículos de comunicação tornaram-se veículos comerciais."Discute-se quanto custa cada segundo na televisão, não a preservação da qualidade técnica das partidas. Já fizeram várias campanhas contra mim, mas não estou preocupado. Falo o que penso, faço parte do mundo do futebol, e até morrer trabalharei com isso".O goleiro Marcos deixou o treinamento de hoje mancando, mas colocou um ponto final nas especulações em relação a sua presença no clássico do final de semana. "Ainda estou sentindo dores no pé, mas tenho que voltar. Talvez no Campeonato Brasileiro, em agosto, eu fique parado durante alguns dias para tratar de minha contusão. Vou fazer na Copa dos Campeões o mesmo que fiz na Copa do Mundo: pedir para algum jogador de defesa cobrar os tiros de meta. Tenho maiores problemas durante os treinamentos, quando sou obrigado a cair no chão pelo menos 100 vezes. Mas nos jogos isso acontece no máximo três, quatro vezes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.