Armando Babani / EFE
Armando Babani / EFE

Volante sérvio exalta Suíça após empate, mas ainda vê Brasil favorito no grupo

Luka Milivojevic projeta jogo mais complicado com os rivais europeus na próxima rodada do que a estreia

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 13h38

A Sérvia largou na frente no Grupo E da Copa do Mundo ao vencer a Costa Rica na estreia, por 1 a 0, e graças ao surpreendente empate entre Brasil e Suíça na primeira rodada, por 1 a 1. Agora, o duelo é justamente diante dos suíços, sexta-feira, em Kaliningrado, e o volante Luka Milivojevic alertou para a dificuldade esperada diante de um adversário que conseguiu segurar a seleção brasileira.

+ Líder do grupo do Brasil, Sérvia vai com 'atitude' diante da Suíça, diz técnico

+ Zagueiro suíço considera 'incompreensíveis' críticas ao estilo de sua seleção

"Eles têm mais qualidade do que a Costa Rica, mas também pode acabar sendo uma partida mais fácil do que a estreia, depende de como entrarmos no jogo. Eles jogam em times de elite, e não dá para esquecer que resistiram ao Brasil", declarou em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Em caso de vitória sobre a Suíça, a Sérvia garante vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Mesmo assim, Milivojevic negou que a seleção seja a favorita do grupo e fez questão de mostrar respeito ao Brasil.

"Ainda vejo o Brasil como favorito do grupo, mesmo com apenas um ponto. Não podemos ser favoritos em um grupo que conta com o Brasil. Nossa ideia não é ficar em primeiro ou segundo da chave, é apenas avançar à próxima fase", apontou.

 

Milivojevic ainda revelou que quase ficou de fora da estreia da Sérvia, por um problema físico, mas garantiu estar plenamente recuperado. "Eu tive um pequeno problema antes da partida, mas o importante é que eu me senti bem durante o jogo e estou pronto para pegar a Suíça."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.