Volante sonha com coro da torcida: 'fica, Richarlyson'

Richarlyson tem contrato com o Atlético-MG apenas até o fim do ano e sonha em continuar no clube mineiro para 2013. Mas até agora a diretoria ainda não o procurou para que o vínculo seja renovado. Para comover o presidente Alexandre Kalil, ele espera contar com os atleticanos, que serão torcida única no clássico deste domingo diante do Cruzeiro, no Independência.

AE, Agência Estado

27 de novembro de 2012 | 20h57

"Quem sabe a torcida grite ''Fica, Richarlyson'' ao invés de ''Fica, Ronaldinho''. Tenho que me preparar para uma grande decisão e fazer meu melhor, depois será fruto e mérito pelo que fiz", sonhou Richarlyson, que vive a expectativa de ser titular do Atlético na vaga aberta por Júnior César, jogador que terá que cumprir suspensão.

"Todos nós sabemos que futebol é muito rápido, é igual roda gigante, você está lá em cima e depois lá embaixo, mas roda rápido, já consegui ajudar com um gol contra o Botafogo, devo ter oportunidade de ser titular contra o Cruzeiro no clássico, quem sabe, se não for possível um gol, dois gols, quem sabe dois passes", vislumbrou o volante.

Ele quer a volta por cima não só para si, mas também para todo o time. No ano passado, no clássico de despedida do Brasileirão, o Atlético-MG levou um histórico 6 a 1 que ainda dói nos atleticanos. "Este ano está diferente, a gente vem tendo um ano brilhante, lindo, com apoio da nossa torcida, vamos ter um clássico em casa, com nossa torcida", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.