Divulgação
Divulgação

Volante Wellington é liberado por médicos no São Paulo

Jogador sofreu um sangramento digestivo logo após o jogo contra o Coritiba

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 19h44

SÃO PAULO - O primeiro dia do São Paulo fora da zona de rebaixamento, nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, teve a volta de Wellington aos trabalhos. O volante sofreu um sangramento digestivo logo após o jogo contra o Coritiba, há oito dias, e desde então estava apenas se alimentando com líquidos. Nesta segunda, recebeu alta médica.

Depois de uma semana em repouso, agora o volante poderá realizar atividades físicas, mas continuará sendo monitorado pelos profissionais do Reffis (centro de recuperação do São Paulo). "Estou bem. Já passou o susto e, agora, me senti bem nesse primeiro treino físico-técnico. Quero dar sequência no meu trabalho e poder ajudar o time novamente", afirmou o meio-campista, que só deve voltar ao time na semana que vem.

Também nesta segunda-feira, os reservas atuaram contra o time sub-17, que recentemente ganhou a Copa do Brasil da categoria. E a geração que enche os olhos dos dirigentes tricolores fez bonito, conquistando um empate em 2 a 2 contra o time que tinha Denis; Mateus Caramelo, Lucas Silva, Edson Silva e Clemente Rodríguez; Fabrício, João Schmidt e Lucas Evangelista; Negueba, Silvinho e Ademilson. Lucas Farias e Regis entraram no segundo tempo.

"Foi uma experiência muito boa ficar perto do profissional. Foi o meu primeiro jogo-treino contra eles e pude aprender um pouco mais. Acredito que isso é importante na nossa formação, porque podemos evoluir ainda mais", avaliou o centroavante Joanderson, um dos destaques do time sub-17.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.