Marcos D'Paula/AE
Marcos D'Paula/AE

Volantes aceitam sacrifício por Ronaldinho e Kaká

Felipe Melo e Gilberto Silva dizem que os dois meias do Milan podem jogar juntos contra Equador e Peru

Agencia Estado

26 de março de 2009 | 16h49

Os volantes Felipe Melo e Gilberto Silva afirmaram nesta quinta-feira que não vão ter nenhum problema para marcarem os adversários da seleção brasileira caso o técnico Dunga opte pela escalação de Kaká e Ronaldinho Gaúcho, juntos, nos jogos contra Equador e Peru.

Veja também:

linkMédico diz que Kaká ainda não está bem para jogar

tabela Eliminatórias da Copa - Classificação

lista Eliminatórias da Copa - Calendário / Resultados

"Os dois já jogaram juntos. Dependo da forma como a seleção for escalada, cada um tem que se sacrificar mesmo. Na nossa posição (volante) é natural sermos sacrificados", disse Gilberto Silva.

Felipe Melo crê que a qualidade técnica de Ronaldinho e Kaká pode ser decisiva para o Brasil. "São dois jogadores que fazem a diferença. Já foram os melhores do mundo, independente de quem jogar, vão fazer o melhor possível", afirmou.

O meio-campista garantiu não ter qualquer problema em ter a função de apenas marcar, sem sair para o jogo. "Na Espanha, aprendi a marcar e jogar mais taticamente. Hoje tenho uma certa experiência na marcação", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.