Volta Redonda: clima de fim de festa

O clima era de fim de festa em Volta Redonda. E, para alguns jogadores do clube vice-campeão carioca, o momento é de definição. O goleiro Lugão, assim como o lateral-direto Schneider, somente na quarta-feira vão saber se a negociação com o Fluminense, divulgada durante a semana da "grande final", será concretizada. O procurador de ambos jogadores está viajando e, na quarta-feira, retornará ao Rio para "fechar um acordo verbal com os dirigentes tricolores", segundo informou a assessoria de imprensa da equipe da Cidade do Aço.Outros jogadores também se despediram nesta segunda-feira do Volta Redonda. O meia Gláuber e o volante Jonilson se apresentarão ao Botafogo e assinam contrato até o fim de 2005. Nesta segunda-feira, o dia foi de folga e de lamentações.O presidente do clube vice-campeão, Rogério Loureiro, disse que a arbitragem interferiu no resultado do jogo de domingo. Para ele, não foi justo a expulsão de Mário César - "deu para compensar o vermelho do atacante Tuta" - e houve falta no goleiro Lugão no primeiro gol do Fluminense.O dirigente receberá nesta terça-feira os jogadores em sua casa, onde fará uma festa de confraternização. A intenção da diretoria é agilizar o processo de reformulação do elenco para a estréia do Volta Redonda na Série C do Campeonato Brasileiro, no fim de julho.

Agencia Estado,

18 de abril de 2005 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.