Volta Redonda evita festa contra o Fla

Para evitar que o excesso de comemorações pela conquista da Taça Guanabara prejudique o desempenho do time, o presidente do Volta Redonda, Rogério Loureiro, cancelou a festa de entrega das faixas, que seria realizada antes da partida deste domingo, contra o Flamengo. O confronto no Estádio Raulino de Oliveira, às 16 horas, vale pela segunda rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.O Volta Redonda vai em busca da reabilitação, depois do empate na estréia. Já o Flamengo tenta chegar à liderança do grupo B.O empate na estréia do segundo turno, contra o Americano foi um dos principais fatores que motivaram o cancelamento da festa do Volta Redonda. O time não teve um bom desempenho e se mostrou disperso.No Flamengo, o técnico Cuca criticou a individualidade de vários jogadores durante a goleada sobre a Portuguesa, por 4 a 1, na estréia da Taça Rio. Ele não escondeu o receio de ser derrotado se o time atuar da mesma maneira contra o Volta Redonda.Um dos mais experientes do Flamengo, o meia Zinho, de 37 anos, resumiu o sentimento do grupo e pregou respeito ao adversário. "Hoje em dia as coisas mudaram e, em outros tempos, o torcedor do Flamengo já esperava uma goleada. Agora, o Volta Redonda é que vem empolgado com o título da Taça Guanabara", disse o jogador. "Mas o Flamengo, por sua grandeza, assume sempre o papel de favorito."

Agencia Estado,

27 de fevereiro de 2005 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.