Voo da seleção italiana para Suíça é atingido por raio

O avião que levava a seleção da Itália de Florença para Genebra, na Suíça, onde o time comandado pelo técnico Cesare Prandelli fará um amistoso contra o Brasil, nesta quinta-feira, foi atingido por um raio, nesta quarta, e causou medo nos jogadores e jornalistas a bordo. A aeronave da Alitalia estava em processo de pouso quando o episódio aconteceu. O temor que o avião caísse foi generalizado. Felizmente nenhuma pane ocorreu e a aeronave tocou o solo na Suíça precisamente às 18h30 local (14h30 de Brasília).

AE, Agência Estado

20 de março de 2013 | 17h17

O raio atingiu o avião tão logo ele atravessou as nuvens que cobriam Genebra. A tripulação tratou de tranquilizar a todos. Houve um clarão dentro da aeronave, como se fosse uma explosão. Houve pânico e todo o time italiano estava a bordo. Quando o avião terminou os procedimentos de pouso, o comandante Roberto Andolfato explicou aos jogadores o que havia acontecido, mas disse que a situação esteve sob controle o tempo todo.

Marchisio, meia da Juventus e um dos titulares contra o Brasil, escreveu em seu Twitter: "Avião bonito, mas assustador na viagem para a Suíça. Agora estamos todos num hotel em Genebra para a grande partida contra o Brasil". Cesare Prandelli confessou a "paura" (medo, em italiano) e desafiou qualquer um que estava no avião a dizer o contrário. O treinador confessou já ter vivido momentos difíceis em outros voos, mas nada igual a esta experiência.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolItáliaseleção brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.