Washington Alves/Reuters
Washington Alves/Reuters

Wagner e Henrique preocupam os médicos do Cruzeiro

Meia e volante saíram machucados da vitória por 1 a 0 sobre o Universidad de Chile, pela Copa Libertadores

AE, Agencia Estado

15 de maio de 2009 | 10h22

A vitória por 1 a 0 sobre a Universidad de Chile confirmou a classificação do Cruzeiro para as quartas de final da Copa Libertadores, mas não foi só alegria: o meia Wagner e o volante Henrique saíram contundidos da partida e preocupam a comissão técnica.

Veja também:

especial Visite o canal especial da Libertadores

lista Libertadores - Calendário/Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Wagner saiu ainda no primeiro tempo, com dores musculares na região posterior da coxa direita, e será reavaliado na tarde desta sexta-feira. Ele admitiu que não tem como saber a gravidade da lesão, pois nunca sentiu algo semelhante.

"Esse tipo de contusão nunca aconteceu comigo. Fui correr e senti uma fisgada no músculo posterior da coxa direita. Tentei voltar, mas na hora de dar um pique senti de novo", contou o meia, que não deve atuar neste domingo, contra o Náutico, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O volante Henrique levou uma forte pancada no tornozelo direito e saiu de campo aos 45 minutos do segundo tempo - o time ficou com 10, porque o técnico Adilson Batista já havia feito as três substituições. O jogador foi submetido imediatamente a uma radiografia, que descartou a possibilidade de lesão séria.

"Foi uma pancada muito forte no tornozelo e ele não conseguiu retornar ao campo, mas nós fizemos uma radiografia no Mineirão mesmo e não tem nenhuma fratura. A avaliação clínica não aponta lesão e agora é aguardar a evolução para ver se ele terá condição de jogo no domingo", contou o médico Sérgio Freire Júnior.

O lateral-direito Jonathan também saiu de campo mais cedo, com cãibras na perna direita, mas não causa tanta preocupação. "Foi somente uma cãibra forte que eu senti, estou com um pequeno incômodo na parte posterior, mas nada que um tratamento não resolva", disse o jogador, que acabou substituído por Jancarlos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.