Wagner espera ser titular pelo Cruzeiro contra o Grêmio

Um dos principais jogadores do Cruzeiro, Wagner viveu situação diferente nos dois últimos jogos da equipe. O meia, que estava em fase final de recuperação de lesão, ficou no banco de reservas contra Atlético-MG e Atlético-PR. Agora, ele espera convencer o técnico Adílson Batista a escalá-lo desde o início contra o Grêmio, na quarta-feira. "Na partida contra o Atlético-MG não dava para começar porque fiquei parado por duas semanas, sem fazer treino físico nenhum. Tive paciência, trabalhei, consegui entrar durante a partida. Contra o Atlético-PR eu entrei no finalzinho, no momento que a gente precisava vencer. Estou à disposição, se o Adilson optar por me escalar, estou 100%", afirmou. Wagner admitiu que a derrota para o Atlético Paranaense foi ruim, mas lembrou que o time já precisa pensar no confronto com o Grêmio, decisivo na luta pelo título do Brasileirão. "Cada rodada vai ser uma final para a gente. A gente perdeu para o Atlético-PR e agora temos que nos levantar diante do Grêmio".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.