Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

Wagner projeta protagonismo e ano livre de lesões no Vasco

Meia ficou fora de boa parte da preparação no ano passado, pois teve sua contratação fechada apenas em janeiro

Estadão Conteúdo

16 Janeiro 2018 | 16h02

A pré-temporada em 2018 no futebol brasileiro teve tempo reduzido em comparação aos anos anteriores, mas Wagner garante ter motivos para celebrar o período de treinos do Vasco, realizado no CT de Vargem Grande. O meia lembra que ficou de fora de boa parte da preparação do clube no ano passado, pois teve a sua contratação fechada apenas em meados de janeiro. E ele avalia que esse período completo de trabalhos de agora será fundamental para ele ter uma temporada livre das lesões.

+ Conselho marca para sexta reunião que definirá presidente do Vasco

"A pré-temporada é muito importante porque é a base que temos no ano, para prevenção, para ter aquele gás no momento certo. No ano passado eu peguei a pré-temporada em andamento e, coincidentemente, foi o ano em que mais tive contusões, foram quatro. Esse ano, pegando o trabalho desde o início, vai dar suporte para a sequência, minimizando essa questão de lesões e podendo estar mais tempo dentro de campo. Trabalhamos bem durante essas duas semanas. Vamos chegar bem no campeonato porque a pré-temporada foi muito positiva, o retorno foi positivo. Não tivemos problemas musculares no grupo, a equipe está mantendo jogadores do ano passado, mantendo a base", disse.

Como ficou em vários momentos afastado da equipe por estar contundido, Wagner disputou apenas 29 jogos pelo Vasco em 2017. Agora, até pela saída de importantes peças do elenco, o meia projeta uma temporada de maior protagonismo no clube de São Januário. No último domingo, inclusive, ele deu passe para um dos gols da equipe na vitória por 4 a 0 sobre o capixaba São Mateus em jogo-treino.

Em 2018, o Vasco voltará a disputar a Copa Libertadores, sendo que o primeiro compromisso será em 31 de janeiro, no Chile, contra o Universidad de Concepción. Antes disso, porém, o clube fará quatro jogos pelo Campeonato Carioca, com o primeiro deles na quinta-feira, contra o Bangu, em São Januário.

"A expectativa é boa. A equipe está madura, tem mais jogadores novos do que tivemos no ano passado. Espero poder estar contribuindo mais do que na temporada passada, estando mais presente nas partidas. Que possam sair mais gols e mais assistências também. O nosso foco principal é a Libertadores, não vamos mentir. Mas queremos pegar esses jogos iniciais pelo Carioca e ter um bom aproveitamento, pegar o ritmo de jogo e depois ir até o Chile e começar com o pé direito na Libertadores", afirmou Wagner.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.