Yoan Valat/Efe
Yoan Valat/Efe

Wagner Ribeiro diz que PSG pagará rescisão de Neymar nas 'próximas horas'

Ainda que oficialmente continue sendo jogador do Barcelona, Neymar recebeu liberação do clube para não participar dos treinos

Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2017 | 12h30

Neymar deverá ser oficializado como reforço do Paris Saint-Germain nas próximas horas. Nesta quarta-feira, após o atacante comunicar ao Barcelona sua intenção de deixar o time espanhol, ficando próximo de se tornar jogador do clube francês, o empresário do brasileiro, Wagner Ribeiro, assegurou que o valor da multa rescisória deverá ser pago nas "próximas horas". Trata-se de 222 milhões de euros, o equivalente a R$ 812 milhões.

"Depois que Neymar me deu luz verde em 1º de agosto, fui a Paris e recebi a oferta do PSG para pagar a cláusula de rescisão, que será depositada nas próximas horas", assegurou Wagner Ribeiro ao chegar ao aeroporto de Barcelona. O empresário, porém, se recusou a comentar para onde o brasileiro viajaria.

Ainda que oficialmente continue sendo jogador do Barcelona, Neymar recebeu liberação do clube para não participar dos treinamentos. O PSG está disposto a pagar a astronômica cláusula de rescisão, de 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 812 milhões), exigida pelo clube catalão para liberar o atacante.

Nas últimas horas, Wagner Ribeiro já havia dado indicações de que a negociação envolvendo a ida de Neymar para o PSG estava prestes a ganhar novos capítulos. Primeiro, publicou uma foto na rede social Instagram no Aeroporto de Guarulhos com a legenda: "Sinal verde. Vamos trabalhar".

Depois, praticamente no mesmo momento da reunião de Neymar com os dirigentes do Barcelona, divulgou outra mensagem com a inscrição "Paris maravilhosa, da Torre Eiffel, do vinho, da gastronomia e do futebol", com a última palavra em caixa alta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.