Waldemar Lemos deixa o Atlético-PR após nova derrota

O técnico Waldemar Lemos deixou o comando do Atlético-PR. Ele anunciou a decisão na noite de quarta-feira, após a derrota por 3 a 0 para o Goiás, em Goiânia, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

AE, Agencia Estado

30 de julho de 2009 | 09h27

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Comuniquei ao presidente, e atendendo ao pedido dele, que sempre me tratou bem e com respeito, eu cumpro o meu dever. Infelizmente o momento é esse e estou deixando o clube. Fiz grandes amizades aqui", disse Waldemar, que assumiu a equipe em junho.

O treinador chegou para substituir Geninho após a quinta rodada, com a missão de reerguer o time no campeonato. Mas não conseguiu tirar o campeão brasileiro de 2001 das últimas colocações - atualmente o Atlético-PR é o 18.º na classificação, com apenas 12 pontos e três vitórias em 15 partidas.

Waldemar fez questão de dizer que a briga com o meio-campista Netinho não influenciou sua saída. "Não existe panela, o Netinho estava com problema e fiz ele ver que precisava ter mais calma no relacionamento. E todo o tipo de pessoa deve respeitar o seu treinador e todo o grupo. Mas a briga com ele não interferiu em nada", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.