Cesar Greco/Ag Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras

Walter comemora pênalti defendido e admite cera no fim do clássico

Goleiro defendeu cobrança de Gustavo Scarpa no clássico entre Palmeiras e Corinthians

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2019 | 22h11

Substituto de Cássio, lesionado, Walter comemorou o pênalti defendido no clássico contra o Palmeiras. Aos 28 minutos do segundo tempo, o goleiro do Corinthians pegou a cobrança de Gustavo Scarpa. A partida terminou empatada por 1 a 1 no Pacaembu, com dois gols nos acréscimos.

"Fico muito feliz (com o pênalti defendido), ainda mais em um clássico grandiosíssimo. Mas eu trocaria tudo pela vitória, até pelo golaço que o Michel fez e pela entrega de todos da equipe", afirmou Walter.

O goleiro também admitiu ter feito cera no fim da partida. O Corinthians vinha de uma vitória de virada por 3 a 2 sobre o Fortaleza, na última quarta-feira. No Palmeiras, o técnico Mano Menezes poupou jogadores na rodada passada, na vitória por 2 a 1 sobre o Vasco.

"Jogo difícil. Sentimos um cansaço no fim da partida, aí temos que fazer mais cera. O Idalilo (preparador de goleiro) estuda com a gente onde o batedor vai cobrar o pênalti. A gente fez a linha certinha, o jogo inteiro, mas infelizmente teve essa última bola (de Bruno Henrique aos 48 do segundo tempo)", disse o goleiro.

Para a próxima rodada, Walter pode voltar a ser reserva de Cássio no Corinthians. O goleiro titular se recupera de dores de quadril e é dúvida para o confronto com o Internacional, no domingo, em Itaquera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.