Walter marca pela 1ª vez após retorno, mas Goiás perde clássico para o Vila Nova

Atacante não consegue evitar derrota por 2 a 1 no Serra Dourada

Estadão Conteúdo

15 Outubro 2016 | 18h38

O Vila Nova mostrou quem manda no estádio Serra Dourada, em Goiânia, neste sábado, no clássico diante do Goiás. Em jogo válido pela 31.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o time alvirrubro venceu o maior rival sem problemas por 2 a 1. Joãozinho e Frontini anotaram os gols do Vila Nova, enquanto que Walter anotou para os esmeraldinos já nos acréscimos.

De quebra, o Vila Nova quebrou um longo tabu porque não vencia o Goiás há 37 anos por Campeonato Brasileiro. No geral, é a primeira vitória sobre o rival desde 2012. Apesar da superioridade dentro de campo, o Vila Nova segue em desvantagem histórica contra o Goiás. Conquistou apenas a sua 67.ª vitória contra 146 dos esmeraldinos. Na tabela de classificação, o lado vermelho de Goiânia chegou aos 43 pontos, assumindo o 11.º lugar; o Goiás, por sua vez, é o 13.º com 40.

O primeiro tempo teve cara de clássico. Brigado, disputado e com poucas chances de gol. Em meio a tanta igualdade, o Vila Nova conseguiu abrir o placar no talento individual de seus jogadores. Aos 14 minutos, Joãozinho fez jogada individual, invadiu a área e finalizou colocado. A bola saiu fraca, mas o veterano Márcio aceitou.

O gol deixou a partida ainda mais nervosa, já que o Goiás foi obrigado a ir para o ataque. O lado vermelho de Goiânia se portou bem em meio à pressão e teve oportunidade de aumentar a vantagem ainda na primeira etapa com Moisés.

Com mais atacantes em campo, após as entradas de Walter e Carlos Eduardo, o Goiás teve tudo para crescer no segundo tempo, principalmente após o volante Wellington Simião ser expulso por cometer falta dura. Foi o Vila Nova, no entanto, quem balançou as redes. Joãozinho fez nova jogada individual, mas acabou derrubado dentro da área antes da finalização: pênalti. Na cobrança, o veterano Frontini não deu chances para Márcio, aos 15 minutos.

Apesar da superioridade numérica, o Goiás não conseguiu encontrar espaço para chegar ao gol adversário e praticamente não finalizou contra Wagner. No final, os esmeraldinos descontaram com Walter aos 47 minutos. Foi o primeiro gol do atacante em seu retorno ao Goiás.

O Vila Nova volta a campo nesta terça-feira contra o Avaí, às 19h15, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. No próximo sábado, o Goiás encara o Paysandu, no estádio Mangueirão, em Belém, às 17 horas (de Brasília).

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 x 2 VILA NOVA

GOIÁS - Márcio; Sueliton, Felipe Macedo, Alex Alves (Wesley Matos) e Juninho; Adriano, Léo Sena, David (Carlos Eduardo) e Léo Lima (Walter); Rossi e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina.

VILA NOVA - Wagner Bueno; Caíque, Gustavo e Reniê; Jefferson Feijão (Marcelo Cordeiro), Fagner, Geovane e Wellinton Simião; Moisés (Frontini), Joãozinho e Fabinho (Christiano). Técnico: Guilherme Alves.

GOLS - Joãozinho, aos 14 minutos do primeiro tempo; Frontini (pênalti), aos 12, e Walter, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Léo Lima, Wesley Matos e Juninho (Goiás); Caíque (Vila Nova).

CARTÃO VERMELHO - Wellington Simião (Vila Nova).

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

RENDA - R$ 140.365,00.

PÚBLICO - 12.261 pagantes (13.531 no total).

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.