Léo Lima / AD São Caetano
Léo Lima / AD São Caetano

Walter perde pênalti e São Caetano leva três da Ferroviária na despedida

Time de Araraquara está classificada para as quartas e enfrentará o São Paulo; equipe do ABC não venceu um jogo sequer no Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

09 de maio de 2021 | 20h02

Com direito a pênalti perdido por Walter, o rebaixado São Caetano encerrou sua participação no Campeonato Paulista Sicredi 2021 sem vencer um jogo sequer. O "caixão" foi fechado pela Ferroviária, que venceu o time no ABC por 3 a 0, na tarde deste domingo, pela 12ª rodada, com todos os gols marcados no primeiro tempo.

Com o resultado, a Ferroviária acabou a primeira fase na segunda posição do Grupo B, com 21 pontos, e pegará o São Paulo, 27, nas quartas de final. Na classificação geral, ficou na quarta posição, fato que poderá fazer a diferença em uma possível vaga na Copa do Brasil e também para a definição de mandos de campo no Estadual.

O São Caetano, por outro lado, fez apenas três pontos, em 12 jogos disputados, sem uma vitória sequer, amargando a lanterna. Curiosamente, os dois rebaixados subiram em 2020 - o outro foi o São Bento.

Para não dar chance ao azar, o técnico Elano poupou seus jogadores pendurados, dentre eles, o artilheiro da competição, Bruno Mezenga. Diferente do São Caetano, que, mesmo rebaixado, foi com o que tinha de melhor, dando embasamento ao discurso de Paulinho McLaren em terminar a competição com dignidade.

Dentro de campo, a Ferroviária não sentiu falta de alguns de seus principais jogadores e precisou de apenas dois minutos para abrir o marcador, curiosamente, com uma das apostas do treinador. Julio Vitor fez boa jogada e cruzou para Rogério, que exigiu grande defesa de Luiz. Na sobra, o camisa 11 mandou para o fundo das redes.

E o primeiro tempo foi de um time só. A Ferroviária jogou mais solta e foi aproveitando as oportunidades criadas. Aos 37 minutos, Rogério deu uma linda 'caneta' em Charles e deixou com Julio Vitor. Ele chutou cruzado e Yuri completou para o gol. O terceiro foi aos 45. Rogério deu toque de calcanhar para Hygor, que tabelou com Anderson Rosa e tocou na saída do goleiro Luiz.

No segundo tempo, o São Caetano foi para o ataque. Paulinho McLaren fez mudanças para deixar o time mais ofensivo. A tática chegou a dar certo. Anderson Rosa deu um pisão em Daciel dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Walter, ex-Goiás, Fluminense e Athletico, foi para a cobrança e chutou para fora.

O atacante, inclusive, fez seu último jogo com a camisa do São Caetano, já que assinou contrato apenas até o final do Paulistão. Sua passagem pelo clube do ABC acabou sendo melancólica, sem nenhuma vitória e com o rebaixamento para a Série A2.

Com uma bela vantagem no placar, a Ferroviária se acomodou e começou a se poupar. O São Caetano, então, se viu no seu melhor momento, mas a fase definitivamente não era boa. Carlinhos, de cabeça, ficou no travessão. Com o rival entregue, o time de Araraquara deixou o tempo passar para confirmar mais três pontos. Antes do apito final, ainda acertou na trave com Hygor.


FICHA TÉCNICA:

SÃO CAETANO 0 x 3 FERROVIÁRIA

SÃO CAETANO - Luiz; Samuel (Luizinho), Polidoro, Carlos Alexandre e Daciel; Anderson Braz (Guilherme Castro), Charles e Guilherme Dantas (William Amorim); Emerson Lima, Guilherme Henrique e Walter (Carlinhos). Técnico: Paulinho McLaren.

FERROVIÁRIA - Saulo; Pastor, Gustavo Medina, Xandão e Igor Fernandes; Yuri, Anderson Rosa (Dudu Vieira) e Fellipe Mateus (Renato Cajá); Hygor, Rogério (Gleyson Caveirão) e Julio Vitor. Técnico: Elano.

GOLS - Julio Vitor, aos 2, Yuri, aos 37, e Hygor, aos 45 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Walter (São Caetano); Anderson Rosa e Rogério (Ferroviária).

ÁRBITRO - Edina Alves Batista.

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.