Vítor Silva/ Botafogo FR
Vítor Silva/ Botafogo FR

Warley evita desanimar no Botafogo após goleada: 'Temos que lutar até o final'

Equipe alvinegra perdeu por 4 a 0 para o São Paulo e segue na zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2020 | 00h39

O Botafogo deu mais um passo rumo à Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira ao ser goleado pelo São Paulo, por 4 a 0, no Morumbi. A situação é muito delicada, mas o atacante Warley descarta jogar a toalha.

Sem ganhar há 11 jogos e com seis derrotas seguidas, o time carioca amarga a penúltima colocação, com 20 pontos, cinco a menos que o Sport, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

"Temos que lutar até o final, não jogar a toalha. Eu acredito que esse time vai permanecer na Série A", disse o atacante Warley, que entrou no segundo tempo e quase marcou o gol de honra nos acréscimos.

Um fato que chamou a atenção foi o abatimento demonstrado por todos os jogadores - em campo e no banco de reservas - após o primeiro gol do São Paulo, logo aos oito minutos do primeiro tempo. Warley não entrou em detalhes sobre o clima no vestiário, mas garantiu que o grupo está unido.

"Nesse momento que perdemos, o grupo está de cabeça quente, ninguém quer conversar. Mas no dia a dia estamos fechados, estamos trabalhando", finalizou Warley.

Os números, porém, são de decepcionar. Em 24 rodadas, o Botafogo venceu apenas três vezes, o pior desempenho da competição neste quesito, além de ter 11 empates e dez derrotas. Agora o time carioca tem mais uma pedreira pela frente no próximo sábado, quando enfrenta o Internacional, às 19 horas, no Beira-Rio, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.