Washington já sofreu duas cirurgias

O artilheiro do Campeonato Brasileiro já foi submetido a duas cirurgias no coração. Aos 29 anos, Washington Stecanela Cerqueira tem uma história de vida que reflete sua carreira no campo: é um vencedor. Diabético, Washington descobriu há dois anos, quando jogava no Fenerbahce da Turquia, que tinha uma obstrução em uma artéria próximo ao coração. Ele foi abandonado pelo clube, que deixou de pagar os salários do jogador quando descobriu o problema. Washington voltou ao Brasil para se tratar e se submeteu a uma angioplastia - procedimento utilizado para a desobstrução de vasos sangüíneos. Assinou um contrato de risco com o Atlético enquanto durava seu tratamento, estimado em seis meses. Durante este período, os médicos descobriram outra obstrução em um vaso, e Washington teve novamente de ser levado à mesa de cirurgia. Depois de passar por duas via-crúcis, Washington vive agora seu melhor momento no futebol. Com 25 gols marcados, o brasiliense está na artilharia da Série A do Campeonato Brasileiro, e sonha com uma convocação à seleção brasileira. Mas Washington ficou muito abalado com a morte de Serginho.Preocupados com a condição psicológica do artilheiro, os dirigentes do Atlético decidiram isolá-lo do contato com a imprensa e não querem que o jogador dê entrevistas. O Atlético Paranaense treinou hojeno clube da Asbeg, mas Washington não quis comentar sobre seu problema cardíaco. "Não tenho nada para falar", disse aos repórteres, antes de entrar no ônibus do Atlético Paranaense. A equipe treina esta semana em Goiânia, onde enfrenta o Internacional (RS), no sábado. Washington treinou na equipe titular. O Atlético Paranaense decidiu jogar na capital goiana porque perdeu o mando de campo na Arena da Baixada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.