Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Welinton busca regularidade para se firmar no Flamengo

O zagueiro Welinton é um dos jogadores mais questionados pela torcida do Flamengo, mas não perde a tranquilidade. Em busca do reconhecimento e da manutenção entre os titulares pelo técnico Dorival Júnior, o jogador aposta na regularidade para conquistar de vez o seu espaço na equipe.

AE, Agência Estado

18 de agosto de 2012 | 09h45

"O principal é manter a regularidade. Joguei bem contra o Palmeiras e tenho que jogar melhor ainda contra o Vasco. É necessário manter a regularidade. É importante contar com os companheiros e não só o Welinton jogar bem, mas os onze jogadores. Se tudo estiver bem tenho certeza que vamos sair com um resultado positivo", disse.

O Flamengo se recuperou no Campeonato Brasileiro com as vitórias sobre Náutico e Figueirense, mas voltou a tropeçar diante do Palmeiras, na última quarta-feira, quando foi batido por 1 a 0. Na derrota, a equipe não contou com o zagueiro González e o volante Cáceres. Assim, Welinton comemorou o retorno dos estrangeiros no clássico deste domingo contra o Vasco.

"O González é um excelente zagueiro, jogador de seleção, de muita qualidade. Bom na bola aérea, bom embaixo e na saída de jogo. O Cáceres também é um grande jogador, já demonstrou isso nos jogos que atuou. Acho que contra o Vasco vamos estar com nossa força máxima", analisou.

Welinton prevê um clássico complicado com o Vasco, principalmente em razão dos destaques do setor ofensivo do rival. "Já joguei contra o Vasco algumas vezes e são sempre jogos difíceis. Temos que ter atenção os 90 minutos. Eles têm bons jogadores, tem o Alecsandro, que é perigoso e está brigando pela artilharia, o Felipe e o Juninho, que também decidem. Temos que estar focados dentro de campo para sair com a vitória", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoWelinton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.