Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Wellington aceita improvisação para jogar no São Paulo

Voltando de uma contusão, volante atuou no lugar de Denílson, suspenso, e se declara a disposição de Ney Franco

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2012 | 15h49

SÃO PAULO - Ao mesmo tempo em que volta a ter Lucas e Luis Fabiano disponíveis para atuarem juntos no ataque tricolor, o técnico Ney Franco também ganha o reforço do volante Wellington. O jogador, recuperado de cirurgia, voltou aos poucos neste segundo turno. Contra a Portuguesa, jogou os 90 minutos e mostrou estar totalmente à disposição para ajudar o time a chegar no G4.

"Apesar de eu jogar fora da minha posição de origem (ele atuou na lateral-direita), estou preparado fisicamente, bem e tranquilo. Com o grupo que o São Paulo tem, isso facilita para qualquer jogador. Todo mundo se ajudando dentro de campo e isso é muito importante para todos nós", ressaltou Wellington.

O garoto de 21 anos substituiu o suspenso Douglas na lateral direita contra a Portuguesa e se saiu bem. Forte na marcação, impediu as jogadas lusitanas pelo seu lado e ainda se arriscou no ataque. Como a concorrência no meio-campo é grande com Denilson, Casemiro e Paulo Assunção, o Wellington se coloca à disposição para atuar onde o treinador desejar.

"No São Paulo, basta estar em campo, não escolho posição. Todo mundo sabe que sou volante, mas se precisar eu jogo até na lateral esquerda. Vou sempre buscar fazer meu melhor em prol do clube. Temos grandes jogadores no elenco e isso também é importante", completou o volante, que já havia sido testado como lateral assim que chegou ao elenco principal.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.