Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Wellington Paulista treina como titular no Palmeiras, mas não joga

Prioridade é manter, nos jogos da Copa do Brasil e do Paulistão, o time que está atuando

AE, Agência Estado

19 de abril de 2011 | 20h47

SÃO PAULO - O atacante Wellington Paulista treinou entre os titulares do Palmeiras na tarde desta terça-feira, na Academia de Futebol. O ex-cruzeirense, porém, não começará jogando contra o Santo André, no feriado de quinta-feira, no Pacaembu, pela Copa do Brasil.

Felipão levou três meses para conseguir entrosar a equipe sem um centroavante. Há dez dias, ganhou Wellington Paulista para fazer este papel, mas quer aguardar para escalá-lo como titular. A prioridade agora é manter, nos jogos eliminatórios da Copa do Brasil e do Paulistão, o time que já vem jogando.

Com Wellington Paulista no banco, Luan aproveita para ganhar mais uma chance de mostrar que pode ser titular. "Luan é um jogador que não agrada tanto à torcida, mas no meu esquema é fundamental. Ele se dedica ao time", afirmou o treinador. E o atacante sabe disso. "Se eu sair do time, fica difícil conseguir voltar".

Pesa também contra Wellington Paulista o fato de ele não poder jogar no Paulistão - chegou depois do prazo limite de inscrições. Se ele fosse titular nesta quinta, Felipão teria que mudar mais uma vez o time para o jogo de domingo contra o Mirassol, pelas quartas de final do estadual.

Um dos atletas mais influentes do elenco, Marcos Assunção lembrou que, embora veja qualidades no companheiro, o Palmeiras chegou onde chegou sem ele. "Fizemos bastante gols de bola parada sem o Wellington Paulista no time. Ele é bom jogador, mas não podemos desvalorizar quem está aqui".

Nesta terça, Wellington treinou como titular ao lado de Kléber. Tinga foi recuado para o meio, no lugar de Tinga. A equipe teve: Deola, Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia; Luan, Kleber e Wellington Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.