Evelson de Freitas/ESTADÃO
Evelson de Freitas/ESTADÃO

Wellington promete jogo 'mais firme' contra Corinthians

Volante se colocou à disposição de Ney Franco para enfrentar o arquirrival no domingo

FERNANDO FARO, Agência Estado

29 de novembro de 2012 | 17h13

SÃO PAULO - Wellington ainda nem sabe se estará em campo ou não no clássico contra o Corinthians, que encerra a participação das equipes no Campeonato Brasileiro, mas promete que caso seja escalado, não dará vida fácil ao rival, que entrará com força máxima como parte final da preparação para o Mundial de Clubes.

O camisa 5 afirmou que é impossível disputar um jogo contra o arquirrival como se fosse um amistoso e prometeu a mesma força nas divididas. De maneira bem humorada, ele disse que pretende fazer os rivais sentirem na pele que o São Paulo não servirá de sparring antes do Chelsea.

"Vamos deixá-los tristes, doloridos e chegar um pouquinho mais firme neles. Temos que ter sabedoria para jogar esse clássico e conseguir o resultado", afirmou.

Brincadeiras à parte, o jovem colocou-se à disposição de Ney Franco para a partida mesmo admitindo cansaço. O treinador ainda não definiu se mandará força máxima ao Pacaembu ou se repetirá o que fez contra a Ponte Preta e escalará apenas reservas.

"Depois de um jogo como o de quarta-feira é normal estar cansado. Tenho certeza de que a comissão sabe disso, mas tenho 21 anos, vou estar descansado até o domingo e, se o Ney Franco optar por me colocar, vou fazer o de sempre e dar o meu melhor", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCWellington

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.