Divulgação
Divulgação

Wellington Silva declara amor ao Flu antes de encarar o Fla

Lateral 'virou a casaca' em 2013: 'Sou Flu de corpo, alma e coração'

Estadão Conteúdo

01 de abril de 2015 | 14h09

Contratado pelo Fluminense em 2013 após se destacar pelo Flamengo, Wellington Silva ainda não enfrentou o rival com a camisa do clube das Laranjeiras. A oportunidade surgirá neste domingo, no Maracanã, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Carioca. E Wellington Silva aproveitou a proximidade do Fla-Flu para declarar amor ao seu atual time.

"Pelo Fluminense ainda não enfrentei o Flamengo. Ano passado joguei conta eles, mas enquanto estava jogando no Internacional. Hoje sou Fluminense de corpo, alma e coração. Wellington Silva é Fluzão mais do que nunca. Quero chamar a torcida para jogar junto conosco nesse clássico", afirmou.

Fora do G-4 do Campeonato Carioca, o Fluminense evita fazer contas para as rodadas finais. E Wellington Silva destaca que a meta é vencer Flamengo e Madureira, o que garantirá a presença do time nas semifinais do torneio estadual.

"Duas vitórias. É a conta exata para nos classificarmos. São dois jogos difíceis. Vamos pegar o Flamengo, que é líder e o Madureira, que vem fazendo boa campanha. Vamos precisar muito do apoio do torcedor", disse.

Além de Wellington Silva, o time titular do Fluminense terá outros jogadores que pela primeira vez vão começar o clássico contra o Flamengo, casos de Gerson e Kenedy, promessas das divisões de base. Para o lateral, porém, a pressão do Fla-Flu não vai afetar o desempenho desses jogadores.

"Eles brincam, relaxam, mas quando entram no Maracanã eles se transformam. Costumo até brincar com o Kenedy que ele quando está em campo parece um jogador 30 anos. Tanto ele como o Gerson jogam com muita experiência. É um fator positivo. Esperamos muito deles, assim como todos que vão entrar em campo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseWellington Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.