Wendel vai ocupar o lugar de Léo

O polivalente Wendel tem noção de que não agradou como desejava em sua estréia no domingo, vestindo pela primeira vez a camisa do Santos na Vila Belmiro, mas acha que pode render ainda mais. "Sei que posso fazer mais até pela qualidade que tenho e quero demonstrar isso já no próximo jogo contra o Atlético-PR".Wendel jogou na lateral-esquerda no lugar de Léo, que está na seleção, e comentou que, quando atua fora de sua posição, a meia, procura "fechar bem o setor para não permitir jogadas do adversário por aquele lado". Ele comentou que foram apenas três ou quatro treinamentos, o que foi benéfico. "Espero ajudar mais a equipe nas próximas partidas".O jogador já sabe qual será sua função na partida de amanhã contra o Atlético-PR, jogo que decide uma vaga para a semifinal da Libertadores da América. "Minha maior preocupação será a parte defensiva e tenho de me readaptar em termos de adaptação".Se essa é sua prioridade, sabe que Léo ajuda muito o ataque. "Quando tiver oportunidade de chegar ao ataque, vou procura fazer da melhor maneira possível". Mas lembrou: "o meu pensamento é ajudar na marcação, não deixando o adversário criar ali no lado esquerdo".Ele acredita que desempenhou de forma razoável essa função no empate por um gol contra o Fluminense, domingo na Vila Belmiro. "Creio que deu resultado porque eles não fizeram jogadas por aquele lado, mas fiquei chateado com o empate".Como um empate interessa ao Atlético-PR, que deverá jogar mais recuado para conseguir o resultado e ficar com a vaga, Wendel acha que o time poderá precisar de mais reforço no setor ofensivo. "Vamos ter a volta do Ricardinho e, respeitando a equipe do Atlético, precisamos vencer para passar à nova fase da Libertadores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.