Wenger agradece Inglaterra por apoio após ataques em Paris

O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, agradeceu aos ingleses pela demonstração de solidariedade após os ataques em Paris na semana passada.

REUTERS

19 de novembro de 2015 | 11h14

O técnico francês estava na cidade quando pelo menos 129 pessoas morreram em uma onda de ataques a tiros e com homens-bomba, incluindo três explosões fora do estádio onde a França jogava contra a Alemanha em amistoso.

Ele foi ao amistoso entre Inglaterra e França em Wembley na terça-feira, quando os torcedores dos dois países se uniram e cantaram juntos o hino nacional francês, enquanto o famoso arco do estádio foi iluminado com as cores da bandeira da França.

"Quero agradecer à comunidade inglesa, que mostrou grande solidariedade. Foi um grande choque para nosso país", disse Wenger a repórteres durante entrevista coletiva antes da partida de sábado do Arsenal contra o West Bromwich Albion, pela Liga Inglesa.

"Mostrou a classe da Inglaterra", acrescentou. "O mundo do futebol respondeu da maneira necessária - em grande união".

(Reportagem de Shravanth Vijayakumar)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTWENGERAGRADECEAPOIOINGLATERRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.