Wenger apoia equipe médica do Arsenal apesar de lesões

O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, declarou apoio à equipe médica do clube inglês nesta sexta-feira, apesar do alto número de lesões que o time continua sofrendo.

REUTERS

30 de outubro de 2015 | 10h52

Os meias Alex Olxlade-Chamberlain e Theo Walcott saíram de campo na derrota por 3 x 0 para o Sheffield, da segunda divisão inglesa, na Capital One Cup, e ambos ficarão fora da equipe até depois da pausa para jogos de seleções em novembro.

Jack Wilshere, Danny Welbeck e Tomas Rosicky também estão lesionados por períodos longos, enquanto Mikel Arteta e Aaron Ramsey estão atualmente indisponíveis.

"Confio na minha equipe médica e nos treinadores para fazerem o certo, estamos bem organizados nesta questão", disse Wenger durante entrevista coletiva a jornalistas antes da partida de sábado contra o Swansea City.

"É sempre uma questão que temos que responder, quando temos lesões, ao analisar todos os casos e todos os exercícios", acrescentou.

O Arsenal está em segundo lugar na tabela, somente atrás do Manchester City por diferença de gols, após derrotar o Everton no fim de semana passado.

(Reportagem de Steve Tongue)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESWENGERAPOIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.