Geert/AP
Geert/AP

Wenger ironiza e descarta Podolski na Inter de Milão

No Arsenal desde 2012, atacante alemão vem sendo pouco aproveitado pelo treinador francês na atual temporada

Estadão Conteúdo

30 de dezembro de 2014 | 13h56

O técnico Arsène Wenger rejeitou nesta terça-feira a possibilidade de o atacante Lucas Podolski deixar o Arsenal e se transferir para a Inter de Milão. Nos últimos dias, a imprensa italiana levantou a possibilidade do jogador trocar de clube na Europa, mas o treinador rejeitou a possibilidade e cobrou comprometimento do alemão, insatisfeito com a condição de reserva.

"Ele é um jogador de Arsenal Football Club e quero que ele fique", disse o treinador. "Além de que, ser profissional é, enquanto você está em algum lugar, dar o seu melhor para justificar o seu salário e o amor pelo clube", completou.

Além de criticar a postura de Podolski, Wenger também ironizou o suposto interesse da Inter de Milão. "Eles falam, só falam", afirmou o treinador do Arsenal, que também descartou a possibilidade de ceder o atacante alemão por empréstimo. "Esse não é o caso para Podolski".

No Arsenal desde 2012, Podolski vem sendo pouco aproveitado por Wenger na atual temporada, tanto que só entrou em campo 13 vezes, sendo apenas duas vezes como titular. Mesmo assim, o alemão não deve sair do clube na janela de transferências de janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.