Tim Ireland/AP
Tim Ireland/AP

Wenger muda discurso e admite negociar Podolski com a Inter

Técnico do Arsenal indica que time italiano tem aumentado o valor das propostas para contratar o atacante alemão, que é reserva

Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2015 | 10h30

O técnico do Arsenal, Arsène Wenger, mudou o seu discurso e admitiu que o atacante Lukas Podolski, que vem sendo pouco aproveitado, pode deixar o clube e acertar a sua ida para a Inter de Milão já nos próximos dias, na janela de transferências de janeiro.

Wenger explicou que o Arsenal rejeitou uma oferta inicial do clube italiano por Podolski por considerá-la como sendo "cômica". Mas o treinador acrescentou que "posteriormente, eles, então, foram um pouco mais sérios".

Membro da seleção da Alemanha que conquistou o título da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, Podolski não entra em campo pelo Arsenal desde o dia 13 de dezembro, quando o time derrotou o Newcastle por 4 a 1, pelo Campeonato Inglês.

Além disso, o jogador, de 29 anos, não foi relacionado para a derrota por 2 a 0 para o Southampton, na última quinta-feira por causa de uma lesão na virilha. E apesar de agora admitir a possibilidade de negociar Podolski, Wenger garantiu que "poderia ter uma boa oportunidade de ser titular" se ele não estivesse lesionado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.