Oli Scarff/AFP
Oli Scarff/AFP

Wenger nega que Manchester City tenha feito proposta por Alexis Sánchez

Atacante chileno está nos últimos seis meses de contrato e pode deixar o clube londrino no meio do ano

Estadão Conteúdo

09 Janeiro 2018 | 12h46

O técnico Arsène Wenger negou nesta terça-feira, véspera da partida entre Arsenal e Chelsea, pela Copa da Liga Inglesa, que o Manchester City tenha feito uma proposta pelo atacante Alexis Sánchez.

+ Schalke contrata atacante Mark Uth, do Hoffenheim

+ Umtiti avança na recuperação e volta a treinar com o grupo no Barcelona

Um dos principais jogadores do Arsenal, o chileno já recusou ofertas do clube londrino para renovar o seu contrato e poderá deixar o time gratuitamente no meio do ano, ao fim do seu vínculo. Assim, a janela de transferências de janeiro é a última oportunidade para a equipe conseguir um retorno financeiro com a negociação.

Nos últimos dias, a mídia inglesa especulou fortemente que o time de Josep Guardiola teria feito uma proposta oficial ao Arsenal para contar com Sánchez já em janeiro. A notícia, contudo, foi refutada por Wenger.

"Estou concentrado no jogo de amanhã (quarta-feira). Quando ocorre uma proposta, você responde a ela. E, no momento, está tudo quieto", respondeu o técnico, que manteve a linha quando foi pressionado nas perguntas seguintes. "Não tenho nada a acrescentar sobre o que disse antes."

Wenger também minimizou que a incerteza sobre o atacante esteja afetando o time e explicou que não sabe se vai utilizá-lo contra o Chelsea. "O que é mais importante agora é ser profissional, manter a performance sem se importar com o que esteja acontecendo", acrescentou. "Ainda não sei se ele joga. Decidirei hoje ou amanhã cedo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.