Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Werley comemora retorno em Vasco recheado de desfalques

Desábato e Wagner estão suspensos; Kelvin, Bruno Silva e Thiago Galhardo têm problemas físicos; e Paulão, Evander, Gabriel Félix e Wellington seguem afastados por causa da foto polêmica no Chile

Estadão Conteúdo

29 de maio de 2018 | 20h18

Em meio a muitos desfalques no Vasco, o zagueiro Werley é uma rara boa notícia para o técnico Zé Ricardo no jogo contra o Paraná, nesta quarta-feira, em São Januário. O defensor voltará ao time após se recuperar de lesão e deve compensar em parte às baixas na defesa no duelo válido pela oitava rodada do Brasileirão.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Ao todo, o treinador terá nove baixas para o jogo deste meio de semana. Desábato e Wagner estão suspensos; Kelvin, Bruno Silva e Thiago Galhardo têm problemas físicos; e Paulão, Evander, Gabriel Félix e Wellington seguem afastados por causa da foto polêmica postada em Santiago, no Chile, antes do duelo com a Universidad de Chile, pela Copa Libertadores.

Em compensação, Zé Ricardo terá os retornos de Breno, Riascos e Andrés Ríos. O trio cumpriu suspensão no fim de semana. Werley, por sua vez, volta de lesão. "Fico feliz por voltar a fazer o que mais amo. Eu sou um atleta que não gosta nem de passar perto do departamento médico para não ter o risco de ficar nele, mas infelizmente estamos tendo uma rotina pesada", comentou.

"São muitas viagens, diversos treinos e vários jogos. Graças a Deus não foi uma lesão grave. Todo jogador quer estar em campo e comigo não é diferente. Vou procurar contribuir da melhor maneira possível para que a gente possa fazer um grande jogo", projetou o zagueiro, que deve ser titular nesta quarta.

Em seu retorno, Werley projeta um jogo complicado contra o Paraná, justamente num momento em que o Vasco tenta se reabilitar na tabela. A equipe vem de três jogos sem vitória. "É um jogo difícil, como qualquer outro. Você não pode relaxar no Campeonato Brasileiro. Independentemente do adversário, da posição que ele ocupa na tabela, será sempre uma partida complicada", declarou.

Apesar disso, o defensor cobrou uma vitória diante da torcida. "Iremos jogar dentro de casa e precisamos vencer. Só que para isso acontecer precisamos ter tranquilidade e respeitar o Paraná. É procurar fazer o nosso jogo e seguir as orientações do Zé, pois dessa forma estaremos mais próximos do resultado positivo", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoWerley

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.