Rafael Ribeiro / Vasco
Rafael Ribeiro / Vasco

Werley marca seus primeiros gols pelo Vasco e lembra 1 ano da morte de primo

Pablo Henrique, parente de 14 anos do zagueiro, foi uma das vítimas da tragédia no incêndio no Ninho do Urubu

Redação, Estadão Conteúdo

09 de fevereiro de 2020 | 19h11

Se o Vasco apenas cumpriu tabela contra a Portuguesa-RJ, neste domingo, em Saquarema (RJ), fechando a fase de classificação da Taça Guanabara com vitória por 3 a 2, o jogo acabou sendo especial para o zagueiro Werley. Ele marcou dois gols, os primeiros dele com a camisa do time cruzmaltino em 60 participações.

O defensor dedicou estes gols à sua família, que no sábado viveu a experiência de lembrar um ano da morte do primo Pablo Henrique, aos 14 anos, uma das vítimas no incêndio no Ninho do Urubu - CT da base do Flamengo.

"Minha família sentiu muito a perda do meu primo, de forma trágica. Mas marcar estes gols foram importantes porque valorizam o nosso trabalho. Não só meu, que vinha chegando perto de marcar meu gol, como dos companheiros que estão se dedicando nos treinos. Se eu fiz o gol é porque alguém me fez o cruzamento. Estamos acertando algumas coisas e acho que nosso time vai melhorar", projetou.

Yago Pikachu também atingiu uma marca importante: completou 210 jogos e se igualou à marca de Éder Luís como o jogador de linha que mais atuou neste século. Ele está no clube há cinco temporadas e só perde para dois goleiros: Fernando Prass (248) e Martín Silva (245). "É importante para mim, mas para o clube foi importante a vitória. Espero aumentar este número, mesmo porque ainda me vejo muito tempo aqui no clube".

O goleiro Fernando Miguel preferiu falar da estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, em Teresina, contra o Altos-PI. "Nós precisamos manter a concentração, tendo mais tranquilidade e equilíbrio para aproveitar as chances que aparecerem de marcar. Hoje (domingo) tivemos muitas chances e acho que o volume foi convincente. Precisaremos ter muita lucidez e respeito ao adversário porque a competição é rápida e perigosa. A vaga é decidida apenas em um jogo, onde a gente não pode falhar", explicou.

Para o experiente zagueiro Luciano Castán, "atuar com os titulares acaba ajudando no entrosamento. Neste momento, a continuidade é importante para o time evoluir". Apenas a jovem promessa Talles Magno ficou de fora por um desgaste físico. Mas ele seguiu com a delegação e assistiu ao jogo da arquibancada. Deve estar em campo nesta quarta-feira na capital do Piauí.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.