Werley não vê razão técnica para virar reserva no Grêmio

O zagueiro Werley vem treinando entre os reservas do Grêmio, mas não acredita que tenha deixado o time titular por motivos técnicos. O defensor não deu a razão que ele imagina que tenha levado o técnico Enderson Moreira a tomar essa decisão, mas deu a entender que o motivo foi extra-campo.

AE, Agência Estado

01 de julho de 2014 | 15h33

"Há uns motivos, eu sei quais foram. Alguns jornalistas estiveram aqui no dia, mas ninguém viu. É opção do Enderson. Eu sei o que aconteceu e estou muito tranquilo", afirmou Werley, que acha que as suas atuações neste ano o qualificam para ser titular. "Eu sei do trabalho que eu fiz no primeiro semestre e não preciso provar mais nada", disse o zagueiro.

Em intertemporada por causa da parada do futebol brasileiro para a disputa da Copa do Mundo, o clube gaúcho tem amistosos no Paraná marcados para esta quinta-feira, contra o Maringá, e no domingo, contra o Londrina. Tudo indica que a zaga titular nas partidas seja Pedro Geromel e Rhodolfo, colegas elogiados por Werley, que disse que trabalhará para recuperar a posição.

"É uma coisa normal no futebol. São grandes jogadores. Vou continuar fazendo o meu papel, eu sei o quanto já ajudei meus companheiros. Tenho certeza que não foi esse o motivo (técnico) para eu ficar de fora", reafirmou o defensor.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioWerley

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.