Rafael Ribeiro/www.vasco.com.br
Rafael Ribeiro/www.vasco.com.br

Werley pede que Vasco se imponha fora de casa e projeta 'matar' o Sport

Equipes se enfrentam no sábado, na Ilha do Retiro, pelo Brasileirão

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2018 | 19h18

Um dos piores times deste Campeonato Brasileiro fora de casa, o Vasco tem a chance de conquistar sua primeira vitória como visitante neste sábado, quando visita o desesperado Sport na Ilha do Retiro. Até pela situação complicadíssima do adversário, o zagueiro Werley cobrou que a equipe carioca se imponha no Recife.

"Jogar fora nunca é fácil. Da mesma fora que usamos o fator casa, os adversários também usam. Mas pela grandeza do Vasco, estamos devendo. Onde vamos jogar, temos de nos impor. Nessa semana, vamos trabalhar bem focados", declarou em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

A vitória sobre o Cruzeiro, no fim de semana, em São Januário, deu um respiro ao Vasco, que abriu três pontos da zona de rebaixamento e chegou a 34, na 14.ª colocação. O Sport é o penúltimo, com 27. Por isso, Werley exaltou a importância do confronto direto do fim de semana.

"Se fizermos os três pontos, praticamente matamos o Sport. Nosso pensamento, nessa semana, é trabalhar para chegar lá e buscar o resultado positivo", comentou o zagueiro. "Podemos abrir uma pontuação importante na competição e ainda matar um adversário."

Uma das apostas do Vasco para a partida é o atacante Maxi López, que voltou a marcar contra o Cruzeiro e tem se destacado como principal jogador da equipe desde sua chegada. "O Maxi fica na dele, calado. Às vezes brinca, mas é um cara mais fechado. Nos treinamentos, cobra todo mundo. Sabemos da qualidade dele. Se olhar o currículo... A gente já viu que, se a bola chegar nele, é um grande jogador", elogiou Werley.

 

 

Mais conteúdo sobre:
VascoWerley

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.