SE Palmeiras
SE Palmeiras

Wesley, Gabriel Menino e Danilo recebem homenagem por 100º jogo no Palmeiras

Jovens estiveram presentes nas conquistas do bicampeonato da Libertadores e lideram geração campeão

Redação, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2022 | 23h09

A fase vitoriosa vivida pelo Palmeiras nas últimas temporadas vem sendo marcada por uma geração das categorias de base muito bem aproveitada no time profissional. Não à toa, os jovens Wesley, Gabriel Menino e Danilo foram homenageados nesta sexta-feira por terem atingido a marca de 100 jogos pelo clube.

O trio recebeu camisas personalizadas com o número 100 nas costas durante uma pequena cerimônia comandada pela presidente Leila Pereira e o vice Paulo Buosi. Todos já ultrapassaram marca, mas a proximidade do centésimo jogo de cada um fez o Palmeiras optar por uma homenagem conjunta.

Titular e um dos principais nomes do time palmeirense, Danilo, de 21 anos, participou de 102 jogos desde que foi promovido à equipe principal, em 2020, assim como Gabriel Menino, de 21, também aproveitado em 102 jogos. Wesley, hoje com 23 anos, jogou seus primeiros jogos como profissional no Vitória, antes de voltar ao Palmeiras em 2020. Desde então, foi utilizado em 101 partidas.

No jogo deste sábado, contra a Juazeirense, pela terceira fase da Copa do Brasil, Menino e Wesley podem aparecer no time titular para aumentar a quantidade de participações. Já Danilo, que jogou a partida inteira contra o Emelec, na quarta-feira, deve entrar no rodízio e ser poupado.

A preparação para a partida, estreia do Palmeiras no torneio nacional, foi encerrada com um treino na tarde desta sexta-feira. Os jogadores treinaram balanço, construção e finalizações de jogadas, antes de participarem de uma atividade de simulações de situações em campo reduzido.

Marcos Rocha, Zé Rafael, Dudu e Raphael Veiga, que sequer viajaram ao Equador no meio da semana, devem começar jogando. Já nomes como o goleiro Weverton e o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez podem receber um descanso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.