Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Wesley torce para atuar na posição de origem no time do São Paulo

Jogador quer voltar a ser segundo volante: 'Foi onde tive sucesso'

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

12 de maio de 2015 | 10h30

Wesley está satisfeito no São Paulo, tem sido titular absoluto e ganha espaço com a torcida. Dois meses depois de chegar ao clube, o jogador apresentou nesta segunda-feira somente um aspecto que poderia ser melhor. O volante espera nos próximos jogos ser escalado na posição de origem.

Nos últimos jogos, como na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, na última quarta-feira, Wesley jogou como um meia. Nessa ocasião, por exemplo, atuou aberto pelo lado esquerdo para marcar os avanços do lateral Mayke. Na partida seguinte, contra o Flamengo, o ex-palmeirense também foi escalado em posição mais avançada.

"Onde tive sucesso e cheguei à seleção foi como segundo volante, marcando e saindo para o jogo. Mas agora estou em outras funções e estou aqui para ajudar, sem problema nenhum", disse Wesley. Em 2010, quando defendia o Werder Bremen, da Alemanha, integrou a seleção brasileira, do então técnico Mano Menezes, em dois amistosos.


Na atual formação do meio-campo do São Paulo, com cinco jogadores e três deles volantes, Wesley tem mais liberdade para avançar e ajudar o setor ofensivo. "Mesmo que o professor Milton (Cruz) tenha me escolhido nessa posição pelo improviso, a gente pode ter uma aproximação mais tranquila com o meio-campo, podendo marcar e dar suporte para o pessoal do ataque. É um entrosamento novo", explicou.

POPULARIDADE

O São Paulo alcançou a marca de 400 mil seguidores no Instagram nesta segunda-feira e comemorou a liderança no número de fãs na rede social entre os clubes brasileiros. O time do Morumbi alimenta a página desde julho de 2012 e superou os rivais em números de seguidores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCWesley

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.