Peter Nicholls/Reuters
Peter Nicholls/Reuters

West Bromwich demite técnico Tony Pulis após levar goleada do Chelsea

Gary Megson assumirá interinamente no próximo jogo, diante do Tottenham

Estadão Conteúdo

20 Novembro 2017 | 10h34

A diretoria do West Bromwich anunciou, nesta segunda-feira, a demissão do treinador Tony Pulis após a goleada por 4 a 0 sofrida no domingo para o Chelsea, em casa, pela 12ª rodada do Campeonato Inglês. O auxiliar Gary Megson assumirá interinamente o cargo e estará à frente do time no próximo jogo, diante do Tottenham, no sábado que vem, em Londres.

+ Tabela do Campeonato Brasileiro

Foi a quarta derrota consecutiva do clube na competição - a equipe venceu apenas dois dos últimos 21 jogos disputados na liga inglesa, contado a temporada passada. O resultado deixou o West Bromwich à beira da zona de rebaixamento. Com dez pontos, o West Bromwich é o 17º colocado na tabela - o West Ham é o primeiro a figurar entre os times na região da degola, com nove pontos.

"Estamos em um negócio de resultados e, desde o final da última temporada até agora, o nosso foi muito decepcionante. Gostaríamos de colocar em evidência o nosso apreço pela contribuição de Tony e trabalho árduo durante um período de transição no clube que incluiu uma mudança de propriedade. Desejamos bem a ele em seus futuros projetos", afirmou o presidente do clube, John Williams, em comunicado no site oficial da agremiação.

O galês Tony Pulis, de 59 anos, estava no comando do West Bromwich havia cerca de três anos. O treinador, que comandou clubes de médio porte no futebol inglês desde o início dos anos 1990, nunca foi rebaixado em mais de 25 anos de carreira e mil partidas disputadas na liga inglesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.