West Ham culpa torcedor por confusão em jantar de fim de temporada

David Sullivan disse que indivíduo bêbado insultou jogador e deu início à briga durante festa

AE-AP, Agência Estado

17 de maio de 2011 | 09h30

O coproprietário do West Ham, David Sullivan, culpou nesta terça-feira um torcedor, que teria proferido insultos racistas a um dos jogadores do clube, pela confusão que marcou o jantar oficial de fim de temporada da equipe. O clube fez a festa no Grosvenor House Hotel, no centro de Londres, na noite de segunda-feira, apesar de ter sido rebaixado no Campeonato Inglês apenas um dia antes, restando uma rodada para o encerramento do torneio. 

Os jornais apontaram que a confusão foi desencadeada por Demba Ba após o jogador se recusar a dar um autógrafo, mas Sullivan disse que o incidente foi provocado por um único torcedor. "Foi um indivíduo que tinha bebido demais, infelizmente um problema na sociedade britânica", disse. "Um jogador foi insultado racialmente pelo mesmo torcedor bêbado, o que não é aceitável. Infelizmente, um torcedor embriagado deixou o clube mal".

A polícia foi chamada ao hotel, mas não prendeu ninguém. "O incidente eclodiu fora de qualquer proporção", disse Sulivan em uma entrevista à Sky Sports News. O West Ham foi rebaixado no último domingo após perder por 3 a 2 para o Wigan. O time ainda vai receber o Sunderland, no próximo fim de semana, na última rodada do Campeonato Inglês.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolWest HamjantarDemba Baracismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.