Mark D. Smith-USA TODAY Sports
Mark D. Smith-USA TODAY Sports

Westbrook vê sequência chegar ao fim, mas Thunder bate o Celtics

Armador não conseguiu seu oitavo 'triple-double', mas teve atuação de gala com 37 pontos, 12 rebotes e seis assistências

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2016 | 08h45

Astro da temporada 2016/17 da NBA, Russell Westbrook viu chegar ao fim, na noite de domingo, a sua incrível sequência na liga norte-americana de basquete. Com 37 pontos, 12 rebotes e seis assistências na vitória do Oklahoma City Thunder sobre o Boston Celtics por 99 a 96, ele encerrou sua série de 'triple-doubles'.

Foram sete partidas seguidas alcançando dois dígitos em três estatísticas (sempre pontos, rebotes e assistências). Desde Michael Jordan, em 1989, ninguém conseguia essa série e Westbrook tentava igualar o recorde de Wilt Chamberlain, que é nove. Agora, vai ter que começar do zero.

Mas nem o fato de não ter conseguido o triple-double diminuiu a grande atuação do armador, que carrega o Thunder nas costas desde a saída de Kevin Durant para o Golden State Warriors. Ele lidera as estatísticas da NBA em pontos (31,1 por jogo) e é o segundo em assistências (11,0, atrás só de James Harden). Em rebotes, também tem média de mais de 10: 10,9, em nono.

No jogo deste domingo em Oklahoma City, o Celtics liderou do começo do segundo quarto até quando faltava 1min26s para o fim do jogo. Foi Westbrook o responsável pelo empate em 94 a 94 e também a virada, ambos em infiltrações. Depois, conseguiu um roubo para matar um ataque do Celtics e, após bola presa, foi quem, no tapinha, armou o contra-ataque.

Ainda colheu um rebote antes de sofrer a última falta do jogo, quando quase pôs tudo a perder. Errou um lance livre a 5s01 do fim e permitiu ao Celtics mais um ataque. Marcus Smart, sozinho, estabilizado, de frente para a cesta, quase pisando na linha dos três, errou o arremesso que levaria a decisão para a prorrogação.

A vitória foi a 15.ª do Thunder em 24 partidas, mantendo a equipe no sexto lugar do Oeste. O Celtics ocupa a mesma posição no Leste, mas com apenas 13 vitórias no mesmo número de partidas.

OUTROS JOGOS

Em Minneapolis, o Golden State Warriors se recuperou da acachapante derrota para o Memphis Grizzlies no sábado e venceu o Minnesota Timberwolves por 116 a 108, mesmo depois de chegar no último quarto perdendo por 10 pontos. Só no quarto decisivo o atual vice-campeão da NBA fez 38 pontos, contra 20 do rival.

Todos os astros brilharam. Klay Thompson fez 30 pontos, Kevin Durant e Stephen Curry 22 cada e Draymond Green anotou 18, fazendo cinco bolas de três pontos. Depois de ser titular e passar zerado contra o Grizzlies, Anderson Varejão não foi utilizado.

Foi a 21.ª vitória em 25 jogos do time de melhor campanha da NBA. Já o Wolves, que perdeu a quarta seguida, viu Karl-Anthony Towns anotar 25 pontos e colher 18 rebotes. Com 18 derrotas, o time só não vai pior que o Dallas Mavericks.

A partida mais emocionante da noite foi em Phoenix, onde o New Orleans Pelicans venceu o Suns por 120 a 119, na prorrogação. Apesar da derrota, Leandrinho teve mais uma grande atuação, com 18 pontos em 33 minutos, depois de fazer 21 na sexta-feira à noite. Desde fevereiro de 2012 ele não tinha uma sequência nesse nível.

Já Marcelinho Huertas, que foi bem pelo Lakers na última rodada, desta vez nem foi utilizado. Sem o brasileiro, o time de Los Angeles perdeu por o clássico para o New York Knicks por 118 a 112. Kristaps Porzingis fez 26 pontos, pegou 12 rebotes e deu sete tocos.

Confira os resultados deste domingo:

Detroit Pistons 79 x 97 Philadelphia 76ers

Oklahoma City Thunder 99 x 96 Boston Celtics

Minnesota Timberwolves 108 x 116 Golden State Warriors

Phoenix Suns 119 x 120 New Orleans Pelicans

Los Angeles Lakers 112 x 118 New York Knicks

Acompanhe a rodada de segunda-feira na NBA:

Indiana Pacers x Charlotte Hornets

Toronto Raptors x Milwaukee Bucks

Miami Heat x Washington Wizards

Houston Rockets x Brooklyn Nets

Dallas Mavericks x Denver Nuggets

Los Angeles Clippers x Portland Trail Blazers

Sacramento Kings x Los Angeles Lakers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.