Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Weverton exalta papel de patrocinadora em título e competitividade no Palmeiras

Goleiro lembra que financiadora ajudou na contratação de jogadores e fortaleceu ainda mais a equipe alviverde

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

03 Dezembro 2018 | 21h39

Campeão brasileiro com o Palmeiras, o goleiro Weverton reiterou a importância da Crefisa, principal patrocinadora do clube, na conquista da competição. Além disso, afirmou que a competitividade pela posição de goleiro titular no elenco deve permanecer na próxima temporada.

"Acho que a importância (da patrocinadora) é muito grande, porque ajuda o clube a ter condição de contratar grandes jogadores, ter uma grande estrutura, de poder honrar os compromissos. Tudo isso fortalece", disse Weverton durante a premiação da Bola de Prata, entregue pela ESPN Brasil, nesta segunda-feira. "É claro que o futebol se resolve dentro de campo, mas o que o clube conseguir fazer para ajudar é sempre importante e da tranquilidade. A chance de dar certo é muito maior. Então estou muito feliz com nossa patrocinadora e ela vem gerando sucesso", completa.

Pensando na temporada de 2019, Weverton comentou sobre a disputa por posição com Fernando Prass, que renovou recentemente seu contrato, e Jailson. "A competitividade com os goleiros é bacana. A gente se respeita. Cada goleiro tem o seu estilo e infelizmente só um pode jogar. Ter três grandes goleiros é difícil, mas levamos isso muito bem no Palmeiras".

O goleiro apontou que precisará seguir trabalhando duro para manter a titularidade no Palmeiras em 2019. "Terminei o ano jogando bem e sei que não posso vacilar. Tem os dois ali buscando uma oportunidade. Acredito que 2019 também vai ser competitivo", avalia Weverton, que se diz feliz com o próprio desempenho. "O ano para mim, só tenho a agradecer. Foi além das minhas expectativas. Eu gostaria de ficar muitos anos no clube, e para isso preciso ganhar títulos e fazer bons jogos. Foi um ano maravilhoso", acrescentou.

Nesta temporada, Weverton vestiu a camisa do Palmeiras em 34 jogos. Jailson, por sua vez, fez 35 atuações. Fernando Prass foi o goleiro menos aproveitado na equipe, com sete partidas.

 

 

Mais conteúdo sobre:
PalmeirasWeverton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.