Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Weverton promete Palmeiras mais forte depois de pausa de 15 dias

Goleiro elogia período de preparação para jogo pela Copa Libertadores, na quinta-feira

Redação, Estado de S. Paulo

23 de abril de 2019 | 11h57

O goleiro Weverton, do Palmeiras, destacou nesta terça-feira a pausa de duas semanas do time no calendário de competições desta temporada. Sem entrar em campo desde o dia 10 de abril, a equipe vai encerrar o período na próxima quinta-feira, quando vai enfrentar o Melgar, do Peru, fora de casa, pela Copa Libertadores, com a expectativa de mostrar evolução.

Nos últimos dias o time fez treinos fechados na Academia de Futebol, deu mais tempo de descanso para os jogadores e segundo Weverton, conseguiu trabalhar bem. "É importante ter esse período de trabalho. Quando a gente joga de quarta e de sábado, a gente resolve muita coisa mais na base da conversa, no vídeo, do que em campo. Tivemos bastante tempo para trabalhar, e isso com certeza irá nos ajudar daqui para frente", afirmou em entrevista coletiva.

O Palmeiras não tinha um intervalo tão grande no calendário desde a pré-temporada, em janeiro. O técnico Luiz Felipe Scolari privilegiou nessa etapa do ano a recuperação de jogadores com problemas físicos. Depois de enfrentar o Melgar, a equipe terá uma sequência intensa de partidas, com as estreias no Campeonato Brasileiro, no domingo, e na Copa do Brasil, no próximo mês.

"Trabalhamos coisas que às vezes não dá tempo de trabalhar, algum outro sistema que o Felipão quer implantar daqui para frente. Estamos todos preparados, bem treinados e bem descansados para entrar lá e dar conta do que vier pela frente", afirmou Weverton. Eliminado na semifinal do Campeonato Paulista pelo São Paulo, o clube teve folga nos dois últimos domingos.

No Peru, o Palmeiras precisa somente de um empate para confirmar classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. Apesar disso, a equipe terá ainda mais uma partida para cumprir. A rodada final será de compromisso contra o San Lorenzo, no Allianz Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.