William curte o seu dia de herói

Cento e cinqüenta mil reais, em dez parcelas de R$ 15 mil. Esse é o valor que o Santos terá de pagar para se tornar sócio do empresário José Antonari Kioshi no passe de William, que vai fazer 19 anos no dia 14 de maio. De um momento para o outro, o garoto nascido em Rolândia, no Paraná, tornou-se o jogador mais importante de Celso Roth, por ter marcado o único gol do clássico de quarta-feira à noite, interrompendo a série de quatro jogos do Santos sem vitória contra o Corinthians."Eu estava aqui no caixa da padaria e, pelo barulho da torcida, sabia que era gol do Santos, mas não imaginava que fosse dele. Logo depois, ?seo? Carolino, um senhor que trabalha no Santos, me telefonou, dizendo que o gol tinha sido marcado por William. Foi demais", relembra Jânia Leite Silva, namorada do novo ídolo santista há dez meses. "Saio do serviço à meia-noite e depois que o jogo acabou ele me telefonou. Estava muito contente. Falamos um pouco e ele me disse que tinha que sair com o empresário dele e só poderia me ver hoje ontem."Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.