Andre Penner / EFE
Andre Penner / EFE

Willian atribui vitória de 'excelência' do Palmeiras à força do elenco

Atacante fez um dos gols na goleada sobre o Universitario por 6 a 0, nesta quinta-feira, pela Libertadores

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2021 | 22h03

Autor de um dos seis gols no atropelo do Palmeiras sobre o Universitário por 6 a 0, nesta quinta-feira, pela Libertadores, Willian atribuiu a goleada diante dos peruanos à força do elenco, apenas do técnico Abel Ferreira ter escalado com uma formação quase reserva. Dos que vinham jogando como titulares, estiveram em campo apenas o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Gómez.

"Desde o ano passado a gente vem mostrando a força do grupo. Hoje entrou um time diferente do que jogou no domingo e conseguimos a vitória. Mesmo perdendo um título domingo, hoje todo mundo de cabeça erguida. Todos se prepararam bem", comentou o atacante, eleito pela Conmebol o craque da partida.

"Não temos tempo para lamentar. Perdemos a final domingo e hoje tinha Libertadores. Temos que entrar e mostrar força. Mostrar que tem homens aqui querendo honrar a camisa do Palmeiras", acrescentou Willian. Ele chegou a 11 gols e empatou com Borja, Tupãzinho e o companheiro Rony como o segundo maior artilheiro do Palmeiras na história da Libertadores. O ex-meio-campista Alex, com 12, é o maior goleador.

O Palmeiras avançou ao mata-mata do torneio continental com a segunda melhor campanha entre todos os times na fase de grupos. Só não conseguiu superar o Atlético Mineiro. Com isso, o time de Abel Ferreira estará no pote um no sorteio da Conmebol, marcado para o dia 2 de junho, que definirá os confrontos das oitavas, fase que será disputada em julho, além do chaveamento até a final.

"Claro que a gente fica na expectativa, mas independente de quem formos enfrentar, o Palmeiras está preparado para avançar na Libertadores. No Brasileiro também, vamos fazer um grande jogo no Maracanã", pontuou o jogador. "Vencemos e vencemos com excelência. Agora é descansar que domingo tem Brasileiro", completou.

Willian se referiu à estreia do time alviverde no Brasileirão. Domingo, às 16h, o primeiro adversário no torneio será o Flamengo, atual campeão, no Maracanã. Depois, na quinta-feira, dia 3, começa a defesa do título da Copa do Brasil contra o CRB, no Rei Pelé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.