Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Willian comemora nova chance no Corinthians

Atacante vai substituir Emerson, suspenso, contra o Fluminense domingo

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

09 de setembro de 2011 | 18h32

SÃO PAULO - Substituto do suspenso Emerson, o atacante Willian comemorou nesta sexta-feira a chance de começar mais uma vez como titular do Corinthians. Ele vai formar dupla de ataque com Liedson na partida de domingo, contra o Fluminense, no Engenhão.

Willian, que entrou no decorrer do jogo com o Flamengo, prometeu empenho para repetir a boa atuação da noite de quinta-feira. "Vou tentar fazer de tudo para ajudar. Se tiver gol, vou ficar mais feliz ainda. Mas o importante é fazer bom jogo. Será difícil, mas estamos vindo de uma boa vitória e temos que manter a pegada. Temos tudo para ganhar, nosso grupo está forte", comentou.

De volta ao time titular, o atacante tentará encerrar um jejum de quase dois meses sem marcar. Seu último gol saiu na vitória sobre o Internacional, no dia 14 de julho. "Espero que o gol possa sair na hora certa. Estou tentando fazer meu melhor, se fizer no domingo vai ser muito bom. Mas fico feliz por estar participando do passe, marcação, parte tática", ponderou.

Willian admitiu que o Corinthians está dependente dos gols do artilheiro Liedson. "Ele é um cara de área, de referência, tem o faro de gol e é muito oportunista. O Liedson, com certeza, faz muita falta quando não joga. Ontem [quinta] ele mostrou isso aí", comentou, se referindo aos dois gols marcados pelo centroavante na vitória sobre o Flamengo.

Em relação ao resultado de quinta, Willian afirmou que o triunfo sobre o time carioca aliviou a pressão sobre o time. "O Corinthians é isso aí: pressão, responsabilidade. A torcida lotou o Pacaembu e viu um time com muita vontade, aguerrido, querendo vencer. Esse é o nosso grupo, bem unido. A vitória vai dar confiança para a sequência do campeonato", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansWillian

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.