Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Willian descarta show e diz que '1 a 0 é um placar bom, são 3 pontos'

Seleção pode golear Venezuela, mas meia se satisfaz com mínimo

Almir Leite, enviado especial a Fortaleza, O Estado de S. Paulo

11 de outubro de 2015 | 18h27

Pressionar bastante a Venezuela, mas acima de tudo ter tranquilidade. Se der para golear, ótimo; se não der, o importante será vencer. É assim que o meia Willian se prepara para o segundo jogo da seleção brasileira nas Eliminatórias. Nesta terça-feira, no Castelão, o que interessa é vencer.

"A gente tem condições de fazer gol no começo do jogo. Mas também sabemos como o futebol é difícil, pois todas as equipes são bem treinadas. O importante é não desesperar. A gente tem 90 minutos para fazer o gol'', disse Willian na tarde deste domingo, no Castelão, fiel à filosofia que reza que "1 a 0 é goleada.''  "1 a 0 é placar bom. São três pontos e o que a gente quer são os três pontos.''

O jogador do Chelsea entende, porém, que a Venezuela não necessariamente vai ser um adversário fácil para a seleção brasileira. "Antigamente, quando o Brasil ia jogar com a Venezuela era goleada certa. Hoje está mais difícil. A gente sabe quanto foi difícil os 2 a 1 sobre eles na Copa América'', comparou Willian.

Para ele, a seleção evoluiu bastante desde que Dunga reassumiu a equipe, há pouco mais de um ano. "Mas a gente tem de estar sempre evoluindo, nunca pode achar que está bom. A gente quer chegar perto da perfeição, que ser perfeito é difícil.''

Companheiro do ameaçado Oscar no clube inglês - Dunga pode dar uma chance a Lucas Lima contra os venezuelanos -, Willian diz que o meia está tranquilo.  "Ele está tranquilo. Tem jogos que a gente acaba não se saindo bem. Mas eu sei quanto ele quer ajudar a seleção'', defendeu. "Se ele vai jogar eu não sei, mas sei que está com muita vontade de jogar e ajudar a seleção.''

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.